Os Canadenses lêem muito

De acordo com o Índice de Pontuação de Cultura Mundial da NOP, os canadenses lêem uma média de quase 6 horas por semana. O desenvolvimento da leitura na internet explica em parte esses bons números.

Os quebequenses que mais leem são…

De acordo com um levantamento das práticas culturais dos quebequenses, mais mulheres (67%) do que homens (49%) liam livros. Outro fato interessante é que os anglófonos no Quebec lêem um pouco mais que os francófonos. A faixa etária dos 15 aos 24 anos lê mais livros (67%). Isto é bastante encorajador, uma vez que estes dados excluem leituras escolares obrigatórias.

Quanto às notícias em sites e jornais são 86% que dizem ler com frequência.

De acordo com o mesmo estudo, 56% dos quebequenses regularmente buscam livros da biblioteca. Lembre-se de que toda vez que um livro é pego de uma biblioteca, o autor recebe royalties. No Quebec, 30% das pessoas preferem buscar livros nas biblioteca em vez de comprá-los. As bibliotecas são atrativas, com palestras e eventos frequentes para reforçar o amor à leitura.

O mesmo estudo também revela que 44% dos leitores do Quebec preferem comprar livros impressos em vez de locar ou comprar um livro digital. As vendas de livros digitais ainda são muito fracas.

Segundo a BookNet Canada, a literatura está indo bem: 44% dos compradores de livros no país teriam comprado um livro de um autor daqui no ano passado.

Durante os primeiros anos do ensino primário, as crianças são fortemente incentivadas a ler em casa. 2 livros por dia, dependendo da escola.

Na foto, o certificado de leitura obtido por minha filha ao terminar o primeiro ano. Foram 188 livros lidos, sem contar que pegamos 10 livros semanais ou quase na biblioteca. Isso aqui é normal, tem criança que lê ainda mais.

Visitas aos museus

80% de todos os entrevistados conhecem um museu em sua comunidade e 48% deles visitaram essa instituição pelo menos uma vez no ano passado. 38% também relataram ter visitado museus em outras comunidades no ano passado. 62% incentivam as pessoas que passam pela comunidade a visitar essas instituições como parte de seus passeios turísticos.

Todo ano há um dia do Museu, onde 31 museus em Montreal são gratuitos. Neste ano foi no dia 27 de maio.

A fim de promover a riqueza cultural das instituições museológicas, o governo do Quebec está investindo $ 5 milhões em 5 anos para oferecer acesso gratuito no primeiro domingo de cada mês nas instituições museológicas participantes, reconhecidas e apoiadas pelo Ministério da Cultura e Comunicações no âmbito do Programa de Assistência Operacional às Instalações do Museu (AMFAP).

Essa medida, voltada para os moradores do Quebec, visa promover o acesso, a participação e a contribuição de todos para a cultura. É efetivo desde o domingo, junho 3, 2018 nas instituições participantes. ( Veja no link abaixo um mapa interativo com os museus participantes)

Espetáculos

Em 2017, os teatros do Quebec atraiu 7,7 milhões de telespectadores, 9% a mais que em 2016 , para faturamento de $ 303 milhões (+ 9%). Estes resultados são um novo recorde desde o início da Pesquisa de Participação em Espetáculos no Quebec. Os 50 shows mais assistidos registraram 2,35 milhões de admissões, 50 mil a mais do que em 2016.

Entre 2016 e 2017, a música permanece estável em 2,3 milhões de ingressos. O comparecimento às apresentações em inglês aumentou em 19%, para 1,4 milhão, enquanto o desempenho em língua francesa caiu 19%, para 0,9 milhão. a média dos últimos cinco anos.

Pessoas de 55-64 anos são mais ativas do que as mais jovens no que diz respeito aos espetáculos em teatros, particularmente em apresentações musicais.

Na minha opinião, o melhor presente de natal e aniversário são bilhetes de espetáculos.

Debate

Por aproximação, quantos livros você já leu na sua vida? Quantas vezes foi ao museu? Quantos espetáculos já assistiu?

Referências

Museus gratuitos em Québec todos os meses

O que você acha?

0 points
Upvote Downvote
Alice Bessa Veloso

Written by Alice Bessa Veloso

Gosto de me comunicar de maneira criativa e ajudar imigrantes a melhor se integrarem na sociedade canadense. Conheço os grandes desafios ligados a imigração e estou disposta à compartilhar dicas e meus conhecimentos a fim de facilitar a integração dos recém chegados.

Deixe uma resposta