O que esperar do novo primeiro-ministro do Québec? François Legualt, fundador da companhia aérea Air Transat é o novo primeiro-ministro do Québec. A CAQ, partido de centro-direita que não propoe a separação do Quebec, ganhou as eleições formando um governo maioritário. Vamos ficar de olho no que foi prometido durante a campanha e torcer que as nossas vidas sejam afetadas de forma positiva. Segue algumas das principais promessas feitas pelo Sr. Legualt, como ele mesmo repetiu mais de 1 milhão de vezes, os quebequenses queriam uma mudança.

O que esperar do novo primeiro-ministro do Québec?

A CAQ quer criar uma nova “bolsa família”. Para os pais com uma renda familiar de $107.000 ou menos, a CAQ eventualmente ofereceria $ 1.200 adicionais por ano, começando com o segundo filho. Uma família de três pessoas receberia mais de $ 2.400 a mais por ano. O crédito fiscal atual para os pais pode atingir $ 2400 para o primeiro filho e $ 1200 para os filhos a seguir. As famílias com renda superior à $ 107.000, a alocação seria modulada. Mas o valor mínimo anual, atualmente de $ 630 por criança, seria de $ 1.000. O montante concedido continuaria dividido em quatro parcelas por ano.

A CAQ também teve o cuidado de propor uma série de projetos rodoviários, tanto na região metropolitana quanto na região da Capitale-Nationale. Pretende, entre outras coisas, estender as rodovias 13 e 19 ao norte de Montreal, ampliar a rodovia 30 na costa sul e prosseguir com a construção de um terceiro elo entre a cidade de Quebec e Lévis. Incentivar a carona, propondo um incentivo que vai até $1.000 por ano para uma pessoa que embarca pelo menos um passageiro para viajar de carona ida e volta todos os dias da semana durante um ano.

Saúde

  • Reduzir o tempo de espera nas emergências dos hospitais para 90 minutos.
  • Aprimorar o plano público de atendimento oftalmológico para jovens de até 17 anos.
  • Reduzir atrasos para conseguir um médico ou “super enfermeira” em menos de 36 horas.
  • Investir $200 milhões adicionais por ano para permitir que os CLSCs ofereçam mais assistência domiciliar aos idosos.
  • Pagar pelo tratamento de fertilização in vitro, até dois ciclos.
  • Rastrear sistematicamente os transtornos do neurodesenvolvimento em crianças, idealmente antes de ingressarem na escola.
  • Um adicional de $5 milhões por ano para pesquisa de Alzheimer e consultas públicas sobre a potencial expansão da morte assistida (eutanásia).

Gestão pública

  • Abolir 5 mil cargos públicos desde o primeiro mandato
  • Rever o método de nomeação de altos funcionários para garantir que eles não tenham sido nomeados apenas por “padrinhos” partidários.
  • Reavaliar as posições dos diretores da UPAC, do Sûreté du Québec e do SPVM.

Educação

  • Classes de maternal nas escolas públicas para todas as crianças de quatro anos do Quebec, que liberariam 50.000 vagas nas creches.
  • Criação de uma taxa única de impostos escolares para todo o Quebec.
  • Financiar quatro novas escolas de empreendedorismo em Saguenay-Lac-Saint-Jean, Chaudière-Appalaches, Montérégie e Laurentians.
  • Oferecer duas saídas culturais por ano para cada aluno e investir $ 5 milhões adicionais por ano para atualizar as bibliotecas escolares.
  • Investir $1.2 bilhão por ano em cinco anos para renovar e expandir as escolas.

Previdência e atendimento ao idoso

  • Cessar a construção de CHSLDs e em vez disso construir “casas de idosos”, unidades com ar condicionado e onde os idosos teriam pelo menos dois banhos por semana.
  • Duplicar o crédito fiscal do cuidador para um máximo de $2.500 e injetar $15 milhões por ano para renovar o Fundo de Apoio ao Cuidador até 2021.
  • Aprimorar o programa de assistência financeira para pais de crianças menores com deficiências graves.

Empreendedorismo

  • Estabelecer um programa de bolsas de estudo para permitir que os empreendedores participem dos cursos da École de l’entrepreneurship de Beauce.
  • Introduzir um componente de empreendedorismo no curso de educação financeira da quinta série. Essa medida seria feita a custo zero.
  • Estimular o consumo local, a fim de aumentar a produção agrícola do Quebec. Os órgãos públicos devem dar um exemplo, comprar de produtores e empresas locais.
  • Apoiar a criação de 500 novas empresas agroturísticas em 4 anos.
  • Apoiar jovens agricultores com a ajuda do Fundo de Investimento Agrícola.

Infraestrutura

  • Tornar a rodovia 132 um corredor estruturante, reunindo o desenvolvimento residencial e comercial, bem como um eixo de transporte público.
  • Construção da terceira ligação entre o leste de Quebec e Lévis antes de outubro de 2022.
  • Aumentar o envelope dedicado à restauração de igrejas e outros edifícios religiosos.

Imigração

  • Reduzir o número de imigrantes de 50.000 para 40.000 por ano a partir de 2019.
  • Dar aos novos imigrantes três anos para aprender francês. Caso contrário eles terão que deixar a província.

Outras promessas

  • Desbloquear $400 milhões ao longo de quatro anos para fornecer uma conexão à Internet de alta velocidade e cobertura de banda larga celular para 100% dos cidadãos.
  • Reformar rapidamente o sistema de votação.
  • Oferecer aos veteranos que desejam uma placa de matrícula com um coquelicot e com o escrito “veterano”.
  • Proibir o uso de cannabis em locais públicos, aumentar a idade legal para consumir aos 21 anos e proibir os estabelecimentos de SQDC perto de instituições educacionais.
  • Produção florestal: mais previsibilidade para os direitos de corte, planejamento do uso da terra e programas de apoio à produção florestal.
  • Concluir um acordo de “Paz dos Braves” com os povos autóctones.

François Legault já foi ministro da educação, vice-presidente do conselho do tesouro, ministro da saúde e ministro da industria, comércio e tecnologia. A maior parte da sua vida política foi no Partido Quebecois (separatista). Ele que hoje tem um patrimônio de cerca de 10 milhões, diz que não herdou dos pais e que construiu seu patrimônio com esforço próprio. Começou com um empréstimo de 50 mil na Caisse Desjardins, alguns anos depois valia 9 milhões. Ele tem orgulho do sucesso como empresário e quer fazer algo de significativo para o Quebec.

Porém, segundo os especialistas, Sr Legualt foi o candidato que fez a pior campanha e alguns jornais o consideraram uma verdadeira ameça pública, as promessas nem sempre pareciam realistas e ele se embananava ao tentar explica-las, além de atacar excessivamente Couillard. O principal defeito do partido é não ter previsto melhorias no que diz respeito às políticas ambientais.

Não sei no que vai dar tudo isso. Tem coisas boas, outras não tão boas, mas se tudo der errado lembrem que eu não votei neste partido.

#ESTUDEMFRANCES

Referências:

O que você acha?

0 points
Upvote Downvote
Alice Bessa Veloso

Written by Alice Bessa Veloso

Gosto de me comunicar de maneira criativa e ajudar imigrantes a melhor se integrarem na sociedade canadense. Conheço os grandes desafios ligados a imigração e estou disposta à compartilhar dicas e meus conhecimentos a fim de facilitar a integração dos recém chegados.

Um comentários

Deixe um Comentário
  1. Estranho eles proporem a redução da imigração, quando você visita Quebec é nítido o quanto o Quebec precisa de imigrantes, não tem uma unica loja aonde não tem uma placa oferecendo trabalho, acredito que se nas pequenas lojas tem oportunidades imagina em outras atividades econômicas ?

Deixe uma resposta