Dados sobre a pobreza no Canadá e comparação com o Brasil

Existem cerca de 3 milhões de pessoas de baixa renda no Canadá, o que equivale à 8% da população. No Québec são em torno de 760 mil pessoas, 9% da população.

No ranking internacional de países industrializados o Canadá ocupa a 20a posição em matéria de pobreza. Considera-se que uma pessoa adulta deve ter uma renda inferior à $23.800 CAD/ano para ser considerada pobre. No Brasil 66% da população vive com uma renda familiar inferior à $10.100 CAD/ano.

Grupos predominantes em situação de pobreza

No Canadá as mulheres imigrantes e as mulheres autóctones são as prevalecem nesta situação. Mães solteiras representam 26%, já as famílias biparentais são 5%. Os autóctones vivendo fora das reservas representam 18%, os deficientes físico são 25% e os idosos representam 30%.

20% das pessoas com baixa renda são imigrantes. Apesar de possuírem maior qualificação profissional que os nascidos no Canadá, os imigrantes possuem uma renda inferior. As mulheres imigrantes fazem uma renda que representa em média 60% do salário dos homens nascidos no Canadá.

Na grande maioria dos casos a situação é temporária. Apenas 1,5% destas pessoas permanecem com uma baixa renda por mais de 6 anos.

Desemprego

A taxa de desemprego no Brasil é de 13%. 8,7% das pessoas vivem abaixo da linha da pobreza. O Banco Mundial estima que até o final de 2017, 20,9 milhões de pessoas estarão vivendo em situação de extrema pobreza.

Pela primeira vez em 10 anos a taxa de desemprego dos imigrantes vivendo no Quebec esta à baixo dos 10%, no Canadá a taxa de desemprego considerando todas as pessoas é de 6,5%. No ano passado haviam 68 mil imigrantes desempregados no Quebec.

Combate à pobreza

O governo pretende laçar neste ano, um novo plano de combate à pobreza. O ministro da imigração anunciou que este plano prevê a criação de 1,4 milhões de empregos até 2022, sendo que 18% serão destinados aos imigrantes.

O primeiro ministro do Quebec pretende lançar em breve um plano de luta contra a pobreza que permitirá a mais de 100 mil pessoas passarem à classe média até 2022.

Média salarial

Atualmente o salário bruto médio Canadense é de $49.758/ano. No Quebec a média é de $45.673/ano. O salário médio bruto de um imigrante é em torno de 42 mil por ano.

Ajuda financeira

Existem vários programas sociais governamentais Canadá. O principal é uma ajuda financeira para as famílias com filhos, onde o valor maximo mensal pode chegar a $533 por criança.

Existe também um excelente programa de bolsa de estudos. O valor máximo da bolsa para um estudante universitário é de $17.632 por ano, mais $3.937 se o estudante tiver um filho. Além disse o programa prêve um empréstimo para pagar o valor das taxas escolares.

Para quem tem interesse em conhecer todos os programas eu aconselho entrar no site do governo do Canadá e no site do governo da sua província para conhecer todas as ajudas possíveis.

Programas de ajuda financeira do Québec

Em 2016 mais de 418 mil pessoas obtiveram ajuda financeira da assistência social do Quebec. Estes são alguns exemplos dos programas oferecidos no Quebec:

Programme d’aide sociale

O Programa de Assistência Social tem como objetivo fornecer ajuda financeira para quem esteja com dificuldade para cobrir as necessidades básicas. Todo residente permanente de Quebec pode receber esta ajuda se respeitar determinadas condições. Por exemplo, primeiro deve-se ter esgotado todos os outros recursos, uma declaração situação financeira da pessoa deve ser fornecida à cada mês e a pessoa deve estar apta à encontrar um emprego.

Allocation-logement

Assistência financeira destinada às famílias de baixa renda que dedicam uma importante do seu orçamento ao pagamento de uma habitação.

Habitation à loyer modique

Este programa tem como objectivo fornecer habitação para famílias de baixa renda que são selecionadas com base nas suas condições sócio-econômicas, permitindo que os inquilinos utilizem apenas 25% da sua renda para o pagamento do aluguel.

Supplément au loyer

Este financiamento permite à famílias de baixa renda viverem em um alojamento privado ou em uma cooperativa de propriedade ou em um refugio em organizações sem fins lucrativos à pagarem um aluguel em torno de 25% da sua renda.

AccèsLogis

Este programa visa incentivar a realização de alojamentos comunitários e habitações acessíveis para famílias de baixa renda e pessoas com necessidades especiais habitação.

Se você precisa de ajuda e não se enquadra nos programas governamentais procure uma ONG, mas não passe sufoco calado. Neste link você encontra uma lista com as organizações filantrópicas que atuam no Quebec.

Pesquise sobre a situação social onde você vive

Se você mora em Montreal ou no entorno de Montreal e tem interesse em conhecer a porcentagem de pobreza, os dados sócio-econômicos e culturais por bairro, neste link você encontrará um mapa interativo.

Esta pesquisa é interessante no caso de pessoas queiram mudar de bairro e queiram ter uma ideia das características da comunidade que ali vive.

É importante termos consciência sobre a situação social onde vivemos.

Obrigada por ter lido este texto!

Referências

O que você acha?

0 points
Upvote Downvote
Alice Bessa Veloso

Written by Alice Bessa Veloso

Gosto de me comunicar de maneira criativa e ajudar imigrantes a melhor se integrarem na sociedade canadense. Conheço os grandes desafios ligados a imigração e estou disposta à compartilhar dicas e meus conhecimentos a fim de facilitar a integração dos recém chegados.

Um comentários

Deixe um Comentário
  1. Gostei de seus comentários e queria opinião sua. Tenho 58 aposentado e sou formado em eletronica pelo CEFET mg. Penso fazer 1 colher de trade eléctricos de 1 ano. Porém preciso fazer ingles de 6 meses no mínimo para cursar colher e depois fazer ielts ou Celpip. Penso processo pnp e curso da pgwp de 1 ano achas loucura ou factível na minha idade e 6 meses de ingles 5hs dia. Enviar o cabeção. Sei que e da área de civil e conhrce letricistas me De sua opinião.

Deixe uma resposta