Você conhece a política canadense?

Quando o assunto é política, o quanto você sabe sobre a política Canadense?

O Canadá é uma monarquia constitucional democrática. Apesar de ser uma monarquia não enviamos dinheiro à família real, ou seja a rainha não vive na Inglaterra as nossas custas, mas cobrimos os gastos deles quando vem em solo Canadense e pagamos as despesas e salários das instituições e pessoas que representam a rainha no ‘Canadá’, como o governador geral por exemplo, o que nos custa um pouco mais de 1,50 $ por pessoa por ano, custando em torno de 50 milhões por ano. O primeiro ministro é quem governa o pais de verdade e é escolhido democraticamente, por isso seria bom começar a entender um pouco sobre a política deste pais.

Esta é a lista partidos políticos em ordem decrescente de numero de representantes na chambre des communes (Câmara dos Comuns):

  • Partido Liberal do Canadá (centro)
  • Partido conservador do Canadá (direita)
  • Novo Partido Democrático (centro-esquerda)
  • Bloco Quebecois (centro-esquerda)
  • Partido Verde (centro-esquerda).

Pouco importa se você defende a direita ou esquerda. O que é importante é compreender que o Canadá nos últimos anos se mostrou um país bastante humano.

No Canadá existem mais de 40 programas sociais. É um país multicultural que busca incluir as minorias e há muitos anos aceita refugiados de vários lugares do mundo.

Eu tenho visto muita mensagem de ódio de brasileiros em relação aos refugiados. Antes de recebermos os refugiados sírios em massa já recebíamos mais de 20 mil refugiados por ano, vindos de vários países, vítimas de guerras ou perseguição.

Aqui o casamento gay é permitido desde 2005. O aborto é legal desde 1988 e a pena de morte foi abolida em 1998.

As pessoas precisam chegar aqui conscientes da situação política do Canadá para evitar decepções em relação ao governo Trudeau.

Governo Harper

Quem estava no poder antes de Trudeau era o primeiro ministro Stephen Harper, do partido conservador. Vou fazer um resumo das suas ações e da sua postura enquanto ele esteve no poder.

Exploração de petróleo

  • Ele retirou o Canadá do protocolo de Kyoto (que busca limitar as emissões de gazes) e anunciou que o Canadá seria contra qualquer protocolo deste tipo, considerando como coisa de socialistas. Sua intenção foi proteger a indústria petroleira local afim que ela não ficasse em desvantagem em relação aos EUA.
  • Durante o seu governo o país estava na 27a posição em matéria de proteção ambiental. Ele investiu fortemente (por meio de subvenções) no uso do sables bitumineux (areias betuminosas do Athabasca). Esse material permite a extração de petróleo. Extremamente poluente, gera 2x mais dióxido de carbono. Seu objetivo era aumentar a exportação deste petróleo. Por ser feito a partir de um material considerado “sujo” pelos outros países, não foi possível aumentar a exportação durante seu Governo.

Medidas impopulares

  • Harper era contra o bilinguismo, considerando-a como utopia.
  • Muito influenciado pela igreja, ele dizia que quem deveria fornecer ajudas sociais é a igreja e não o Estado. Ele acabou fornecendo cerca de 26 milhões de dólares a escolas religiosas. Isso gerou muita polêmica pois o Estado deve ser laico.
  • Harper era contra o casamento gay e o aborto.
  • Ele aboliu o programa federal de financiamento às creches e começou a dar uma ajuda às famílias com crianças no valor de 1200$ por ano, o equivalente à 700 mil lugares em creches.
  • Diminuiu progressivamente as subvenções de habitações sociais para pessoas de baixa renda.
  • Aboliu o conselho do bem estar social.

Perdas excessivas

  • Aboliu também a lei de registro de armas de caça, o que custou mais de 1 bilhão de dólares destruir todos os registros.
  • Ele diminuiu os impostos das empresas.
  • As mudanças feitas por ele no código penal aumentaram em 20% a população nos presídios. Quase o dobro dos custos do sistema correcional.
  • Durante o seu governo a dívida externa aumentou em torno de $620 bilhões.
  • Durante o seu governo houve uma enorme baixa na parte do PIB pelas industrias, passando de 18% a 10%. Neste período perdemos em torno de 20 mil usinas.
  • A taxa de desemprego também foi maior no seu governo que nos anteriores.

Escândalos

  • Ele investiu valores absurdos em aviões de caça e em barcos para a marinha. Segundo o Investigador Federal, do dinheiro investido na luta contra o terrorismo: $12 bilhões. Mais de $3 bilhões desapareceram sem deixar traços.
  • Durante a campanha eleitoral do seu partido político houve fraude. Eles brigaram por 6 anos para não devolver o dinheiro e no fim tiveram que devolver uma boa soma além de pagar multa. Além do mais houve fraude telefônica nas eleições eleitorais em cerca de 200 circunscrições. Uma grande maioria de eleitores ligavam dizendo que haviam mudado de local de votação.
  • O seu governo espionou o Ministério das Minas e Energia do Brasil no que diz respeito aos leilões de blocos de exploração e produção de petróleo da camada pré-sal, pois isso impactaria na venda do sable bitumineux.

Governo Trudeau

O Partido Liberal do Canadá atualmente no poder, é o partido politico que mais governou no século XX: 69 anos. O partido defende a liberdade, responsabilidade e dignidade das pessoas no centro de uma sociedade justa. No Québec o partido liberal defende o bilinguismo, o multiculturalismo e o progressismo.

Justin Trudeau é formado em literatura inglesa na Universidade McGill. Obteve um diploma de ensino e foi professor em Vancouver antes de se dedicar à política.

  • Nosso primeiro ministro defende a classe média. Ele aumentou as taxas do 1% da população mais rica para diminuir os impostos da classe média além de aumentar o valor repassado às famílias com crianças.
  • Ele reconhece o uso do hijab e os direitos individuais das minorias encarando isso como uma força do pais.
  • Defende o aumento de investimentos para hospitais, estradas, creches e moradias para pessoas de baixa renda e o no desenvolvimento de infraestruturas e energias verdes.
  • Defende também a importância de se fazer um governo transparente.
  • Facilitou o acesso as informações e criou um comitê multi-partidário de vigilância das operações ministeriais.

Aqui vai a lista das promessas de campanha que Trudeau conseguiu realizar após um ano no poder, em francês.

Outros partidos no poder

Quanto ao Bloco Québécois é um partido que promove a ideia de independência do Quebec. É um partido menos popular que o conservador ou o liberal. No Quebec tem quem acredite nesta ideia e a defenda. Pessoalmente eu não acredito que um dia nos separemos do resto do Canadá.

O partido verde defende a natureza e atualmente só tem um representante na chambre des communes.

Enfim, o objetivo do post é que todos busquem informações em relação a política para criar uma posição clara. Por mais que muitos tenham saído do Brasil com intensão de se livrar da crise política, não tem escapatória. Política está em todo lugar e influencia tudo.

Convido à todos que tenham uma opinião formada sobre a política canadense a dividir conosco.

Referências

O que você acha?

Alice Bessa Veloso

Written by Alice Bessa Veloso

Gosto de me comunicar de maneira criativa e ajudar imigrantes a melhor se integrarem na sociedade canadense. Conheço os grandes desafios ligados a imigração e estou disposta à compartilhar dicas e meus conhecimentos a fim de facilitar a integração dos recém chegados.

9 Comentários

Deixe um Comentário
  1. O Partido Liberal NÃO é de centro! Pelamordedus, quase nem dá para ver a inclinação política de quem escreveu o texto. Por que será que o Partido Liberal perdeu até status de partido em Ontário, e levou um banho em Quebec, onde não haviam perdido eleições desde 76? Será que os canadenses estão satisfeitos com o Justin Trudeau?
    Lembrem-se… ele está no poder há pouco mais de dois anos e com certeza não é responsável por tudo de bom que existe no Canadá. Bem o contrário, como indicam as evidências nas urnas esse ano…

  2. Pelo menos a esquerda ai não é corrupta pelo menos isso. Mas sei que esse justin trudeal e seu governo não são nem um pouco santinhos e bonzinhos como muitos penssam.

          • Depois de tantas mentiras em apenas duas frases, vamos às verdades.
            1) A centro-esquerda chegou ao poder em 2003. Os governos foram extremamente moderados, e pode-se dizer que não passaram do centro, o que é explicável pelo fato do Congresso Nacional nunca ter deixado de dominar aos menos 70% das cadeiras. Tal Congresso permitiu programas sociais, mas barrou as mudanças estruturais necessárias. Falo de mudanças na estrutura tributária e no sistema financeiro, fundamentais para combater a absurda desigualdade e promover o desenvolvimento, e não as reformas propostas pela direita, que buscam retirar direitos do povo e aumentar ainda mais a desigualdade, como essas que vieram após o golpe (terceirização, reforma trabalhista e previdenciária).

            2) A fase de ouro do Brasil das últimas décadas foi exatamente no governo do PT, com uma política desenvolvimentista com grande preocupação social. Aliás, qualquer um que conheça o mínimo de economia e história sabe que é somente assim que um país pode alcançar o desenvolvimento. Todos os países hoje desenvolvidos chegaram lá com ampla participação do Estado e extremo protecionismo. Os EUA, por exemplo, foram a nação mais protecionista do mundo no século XIX. A regra é: Alcance o desenvolvimento e depois pregue o liberalismo, para que suas empresas, muito mais competitivas, dominem os mercados dos países dependentes, e acima de tudo, para impedir que esses países alcancem o desenvolvimento.

            Alguns dados do período petista:
            O PIB no governo de esquerda (desenvolvimentista) quintuplicou em relação ao governo direitista (neoliberal) anterior. De 500bi para 2,5tri. No governo FHC o Brasil se manteve estagnado, e a desigualdade social disparou, como ocorre de praxe nos governos de direita.
            Além do PIB quintuplicado, as reservas internacionais passaram de 15bi para mais de 300bi, deixamos de ser escravos do FMI, a desigualdade caiu ano a ano. E agora, após o golpe, e a volta do modelo neoliberal, voltou a subir, após 16 anos. Curioso, não?
            Em 2014 o Brasil atingiu o menor nível de desemprego de sua história (4,9%). O PT gerou mais de 20 milhões de empregos.
            Poderia aqui apresentar centenas de indicadores econômicos e sociais que provam que os governos petistas foram extremamente bem sucedidos.

            Aí veio a reeleição de Dilma e a direita suja não aceitou perder pela 4ª vez. Antes disso, em 2013, já havíamos presenciado aquelas manifestações orquestradas, impulsionadas e financiados por grupos estrangeiros, ligados sobretudo ao sistema financeiro e petrolíferas, como os irmãos Koch. A utilização do lawfare para tutelar a política, e todo esse circo no qual o país se transformou.

            O curioso é que o golpe todo não tem o menor pudor, ou confia demais na imbecilidade do brasileiro médio. Volta e meia se reúnem em eventos que explicam quase que didaticamente que ocorre. O Wilson Center, por exemplo, think tank que prega o liberalismo econômico e é ligado ao departamento de Estado dos EUA, recebeu toda a nata jurídica do golpe, passando por Sérgio Moro, ministros do STF, Raquel Dodge, e até mesma a substituta do Moro esteve por lá recentemente.
            Agora Moro vira ministro, não para combater a corrupção, o que nunca fez, mas para perseguir e tentar colocar na ilegalidade os poucos que lutam pelo desenvolvimento do Brasil.
            Diante disso tudo fica claro que os golpistas tem mesmo porque crer que o brasileiro médio é um completo idiota. Tem gente aí que votou em Bolsonaro dizendo que Temer, reprovado por 97%, “é do PT”, sem perceber que o golpe que colocou Temer no poder foi exatamente para voltar com a política entreguista e lesa pátria dos neoliberais da direita, e que o programa de Bolsonaro aprofunda isso ainda mais.

            Para finalizar, sobre sua loucura de falar em socialismo: infelizmente o Brasil nunca passou perto de adotar um modelo socialista. Você sequer deve saber o que isso quer dizer.
            Aliás, o que indivíduos como você sabem? Normalmente não tem nenhuma capacidade crítica e analítica, não leem absolutamente nada, a não ser uma série de fake news resumidos em uma linha, e que viram verdade em mentes limitadas e doentias, não é mesmo?

    • O capitalismo é, por definição, um sistema corrupto. As grandes nações, em associação com suas empresas privadas, se valem da corrupção para manter seu domínio e impedir que outros países se desenvolvam.

      Em termos de corrupção, a direita obviamente é imbatível. O caso do Brasil é sui generis. Convencem os idiotas de que combatem a corrupção enquanto estão exatamente praticando a grande corrupção, buscando entregar tudo o que for possível para o capital externo e destruir qualquer possibilidade de desenvolvimento do país. A privataria é, por definição uma grande roubalheira. O assalto do que é público pelo capital privado, com a intermediação de elementos da política que não tem nenhum compromisso com a população.
      A direita no Brasil se resume à lobistas do capital financeiro e de multinacionais estrangeiras.
      Enquanto patoss aplaudem a atuação de elementos da burocracia estatal, que foram comprados por interesses externos, o país vai sendo destruído.
      É impressionante como o brasileiro foi imbecilizado a ponto de não perceber o que ocorre. Analisando as consequências e a quem interessa todo esse processo que decorre a partir de 2013, não deveria ser necessário que se fosse um estudioso de política, relações internacionais e história para identificar algo que salta os olhos.

Deixe uma resposta