Você  também pode ser um herói

Todo mundo viu que o Brasil se classificou para a próxima copa do mundo. Um feito normal para a maioria da minha geração, que sempre soube que o Brasil sempre vai a todas as copas do mundo. É claro que nessas horas sempre sempre tem um herói. E você, você também pode ser um herói!

Para escrever este artigo eu precisava de um herói. Ou de vários!

Também precisava de um bom título. Muitas ideias me vieram a cabeça.

  • A bunda e o sofá
  • Ser e Ter,
  • Tite Tite Tite e por ai vai.

Também pensei naqueles clássicos tipo, “5 dicas de bla bla bla”.

Bem vindos a mais um Momento Lindo

Desta vez eu quero fazer sobre: “quem somos? O que queremos? E o mais importante, o que fazemos ou estamos dispostos a fazer?”

Pra começar eu queria dizer que foi bonito ver o estádio lotado gritando “Tite! Tite! Tite!”
Junto com Neymar, hoje, estrela da seleção, Tite é o responsável pela tão badalada classificação, que de ameaçada passou a certa num “piscar de olhos”.

É claro, Tite é um mágico. Talvez o “mestre dos magos”. Aquele do desenho!
Ele veio com a solução, apareceu do nada e talvez vá embora sem ninguém perceber um dia (ou se o Brasil não ganhar a próxima copa).

Tite agora é a solução. Aquele em que todos depositaram a responsabilidade e a esperança. E ele fez! E assim se fez herói.

Herói porque? Por que ele fez o que ninguém podia fazer?

Heróis só são mágicos no cinema. O que Tite (o que eu acho que Tite) tem e/ou faz (pelo que vejo e pelo que já li ou vi na TV), além de sua grande experiência como treinador de futebol (para ter sucesso) :

  1. Buscar conhecimento.
  2. Usar ferramentas modernas
  3. Se cercar de ótimos profissionais
  4. Copiar boas ideias
  5. Saber quais são as condições de sucesso
  6. Trabalhar o seu psicológico e do seu grupo
  7. Passar horas fazendo a lição de casa.

OK. Vamos tirar o Tite da jogada (perdoe o trocadilho) e vamos pensar no herói nacional incontestável: Ayrton Senna.

Todo mundo vibrava com aquelas vitórias nos domingos com direito a show e emoções.

Senna passava horas em reuniões, estudava o carro, se preparava fisicamente, tinha ótimos preparadores, exigia os melhores mecânicos e por ai vai.

Se a gente transportar o que Senna fazia para outro plano, você vai concluir que certamente ele fazia entre outras, as mesmas 7 coisas/tarefas que o nosso querido treinador de 4 letras.

Ser e ter

E é dai que vem a base deste artigo. Todo mundo (Exagero! Ao menos muita gente) queria/quer ser um Ayrton ou um Tite. Mas o ponto é que querer sem fazer (meu título alternativo, Ser e Ter) é apenas sonho.

Quando você quer algo, você tem de fazer sacrifícios, tem de buscar o caminho. Se você ficar parado esperando ele vir até você eu posso te garantir que você vai Ser ou Ter exatamente o que você é ou tem hoje. Isso é ser o herói!

Tudo é causa ou consequência (depende de que ângulo você quer enxergar sua vida). Seus resultados de hoje são reflexo (para não dizer causa ou consequência) de suas ações hoje.

Diz a máxima que se você continuar fazendo o que faz, vai ser ou ter o mesmo resultado que tem hoje. Se você quer ser um Tite, tem de no mínimo comparar o que você e ele fazem no dia a dia e ver onde esta a diferença. E é claro, depois de vê-la, fazer diferente (o que tem de diferente) para que você tenha os famosos e “sonhados” resultados diferentes.

Ou seja, não adianta apenas admirar. Tem de se questionar.

Você quer vir pro Canadá?  (O que você precisa pra isso?)

Essa pergunta a gente recebe por email umas trocentas vezes.

Berg, eu tenho essas características e quero ir pro Canada.
O que eu tenho de fazer?

Tudo bem, a gente gosta de ajudar.

Mas olhando por um certo ângulo, quando você apenas faz essa pergunta (e aqui eu estou descaradamente julgando sem conhecer o contexto de ninguém que nos escreve), você tem a impressão que a pessoa quer que você dê as respostas, que a gente resolva o seu problema dando de mão beijada a solução aos seus problemas.

Cadê o Tite ou o Senna em você? (Cadê o herói em você?)

Você quer vir pro Canadá? O que você precisa pra isso?

Você precisa fazer aquelas 7 coisas que a gente mencionou la no começo. Ta bom, vou colocar de novo aqui pra você. Não vai dizer que não sou bonzinho :

Buscar conhecimento

Você tem de procurar informações sobre tudo o que você desconhece do Canada e que você considera importante.

Eu fiz uma série de vídeos básicos pra te ajudar a pensar e a montar uma sequencia de busca de conhecimento.

Veja a playlist do Momento Lindo em nosso canal no youtube,

Assista os 6 primeiros em sequência e siga as orientações que tem la.
Depois você vê o resto.

Usar ferramentas modernas

Duas coisas pra falar aqui no ponto 2!

Primeiro, buscar o que tem de mais atual indica “atualização”, melhoria continua. Para se dar bem, você tem de se manter atualizado. Ver em sua profissão por exemplo, o que você tem de fazer para alcançar o próximo cargo, um passo acima.

A segunda ideia neste ponto 2 é o termo, ferramentas. Ferramentas pode ser muita coisa: softwares de produtividade, aquele curso de Excel ou PowerPoint, ter uma agenda, uma lista de tarefas, um bom orçamento doméstico, elementos que vão te ajudar a ser mais profissional, mais competente naquilo que faz e inclusive na sua vida pessoal.

Só pra você ter ideia, um bom orçamento doméstico, que te permita de economizar algum valor nos próximos 2 anos, pode te dar a grana que você precisa para aguentar o teu primeiro ano aqui ou ao menos pra sustentar a sua chegada.

Se cercar de ótimos profissionais

É claro que aqui, você não tem a disposição gente que trabalhe pra você, mas você pode identificar perto de você, no plano pessoal ou profissional, pessoas que você admira ou pode admirar.

Essas pessoas tem características pessoais e/ou profissionais que podem ser úteis. Essas pessoas podem ter um jeito de falar, de se expressar, usar alguma ferramenta, ter alguma atitude, enfim, ela pode ser alguém com quem você pode aprender algo.

Existe um conceito “moderno” chamado “Master Mind” (ou mastermind) que você pode adaptar a sua realidade. Procure pessoas que querem mudar ou melhorar de vida assim como você e promova reuniões entre vocês, de modo que todos possam beneficiar de algum conhecimento e crescer juntos.

O que me leva ao próximo item da lista.

Copiar boas ideias

O nome já diz tudo. Copie boas ideias.
Se espelhe, se inspire. Pare de fazer só o que você sempre faz e faça aquilo que você acha que outros tem de bom e que você pode copiar.

O outro usa um bom software? O outro se exercita todo dia? O outro tem alguma atitude que você tem uma “certa inveja” (sem ser pejorativo)?

Copie!

Você não esta sempre certo nem tem o melhor jeito de fazer as coisas! Acredite!

Saber quais são as condições de sucesso

Uma condição de sucesso, de forma resumida, é algo que garante ou aumenta as chances de algo que você quer fazer dar certo.

Alguém que quer perder peso, não pode ter aquela batata chips ou aquele chocolate ou latinha de refrigerante perto (a mão). Se o ambiente não lhe favorece, vai ser difícil você mudar alguma coisa.

Crie um ambiente favorável!

Se uma das condições de sucesso para vir morar no Canadá é por exemplo ter pelo menos 30 mil reais, antes de mais nada, você tem de dar um jeito de ter esses 30 mil reais antes de vir.

Tem de botar o tico e o teco pra funcionar e ver onde você vai sacrificar, modificar, adaptar para alcançar essa meta. Se eu só consigo ter essa soma em 4 anos, então eu tenho de ver nesses 4 anos o que eu posso fazer (acumular condições de sucesso) e me preparar ainda mais.

Se você consegue em quatro anos, então faça um plano de 4 anos!

Trabalhar o seu psicológico e do seu grupo

Aqui de novo, você não tem um grupo subordinado como o Tite ou o Senna tinham. Mas você tem a você mesmo. Uma mente forte e preparada vai servir tanto para as suas mudanças necessárias antes de vir quanto para suportar as dificuldades dos 2 ou 3 primeiros anos por aqui.

Uma mente forte pode ser a diferença entre desistir ou vencer!

Quer um exemplo que eu admiro de verdade e que prova que é possível quando você faz por onde?  Veja esse artigo da Andrea Zotelli no Canada Agora :

Sozinha, com dois filhos pequenos, no Canadá

Passar horas fazendo a lição de casa.

Esse aqui é um resumo de tudo. Você tem de fazer a sua lição de casa.

Você! Nenhum outro. Você!   (o herói é você!)

Vencer exige sacrifício e aqui esta talvez a maior dificuldade. Ter de sacrificar algo não é fácil, mas não é a pior coisa do mundo.

Geralmente aqui, enquanto você se prepara e tenta mudar as coisas, o que “aperta mais” é o tempo e o dinheiro.

Depois quando vier, muito provavelmente vai ser a família, os amigos, a vida talvez calma e confortável.

Meu amigo Japa disse :

10 mandamentos para viver bem no Canadá

A gente fez um podcast (#4.01), na verdade um “videocast” falando sobre viver tão longe da família :

#4.01 Vivendo Longe da Família

Terminando o ponto e o post, a dica aqui é o meu primeiro titulo alternativo (a primeira ideia antes da história do herói) la do começo: “A bunda e o sofá”.

Separe os dois e tenha muito sucesso!

Written by Berg Lindo

Berg Lindo

Gerente de projetos de informática, co-fundador do PoDeixar e do Canadá Agora, adora cinema, formula 1 e principalmente ajudar as pessoas com suas experiências. Apesar dos olhinhos meio puxados nada tem de oriental. Dizem que é descendente de índio.