in ,

Canada Goose e a crueldade animal

Canada Goose e a Crueldade Animal

Disponível em 36 países e popularizado por celebridades, os casacos da Canada Goose são vendidos através de distribuidores autorizados no Canadá e no exterior, bem como no site da empresa. O valor do casaco é caro, por volta dos $ 900 e a receita anual da empresa gira em torno de 290,8 milhões de dólares. Porém, há sofrimento em todos os casacos vendidos pela Canada Goose. Coiotes selvagens são capturados com armadilhas no chão que prendem a pata ou a cabeça do animal. O pelo dos coiotes são usados no capuz dos casacos. Antes de retirar a pele, os animais podem sagrar e sofrer durante dias. Ficam presos sofrendo de desidratação, congelação, gangrena e expostos a ataques de predadores. Os animais que não sucumbem à condições climáticas, a perda de sangue, infecção ou predadores, são mortos de forma cruel, nem sempre são assassinados por tiros, podendo ser estrangulados ou espancados pelos caçadores. Os animais são assassinados enquanto eles ainda estão conscientes e capazes de sentir dor.

Os animais criados em fazendas de peles passam suas vidas inteiras confinados em gaiolas e são forçados a viver e morrer em condições que não atendem às suas necessidades comportamentais e fisiológicas básicas. 3 milhões de animais são mortos por suas peles no Canadá a cada ano. 85% são martas e raposas criadas em cativeiro. 85% das roupas de pele canadenses são feitas em Montreal. Além disso os casacos são recheados de plumas, nos vídeos sugeridos abaixo você poderá conhecer a forma em que as plumas são extraídas dos gansos. Nada é menos caloroso e aconchegante do que o arrepiante sofrimento que permeia todos os casacos do Canada Goose.

Opções conscientes

Vários casacos quentes feitos sem materiais de origem animal podem ser encontrados fácilmente e o com preços geralmente mais em conta. A dica é olhar a descrição do material na etiqueta. Você pode dizer não a esta crueldade através da compra de produtos que não estimulem a exploração dos animais! Deixo aqui algumas sugestões de marcas e empresas que oferecem casacos e acessórios, sem produtos de origem animal (pele, lã e couro) para mantê-lo quente o inverno.

  • VAUTE
    Empresa vegana.
  • The North Face
    Várias opções de roupas de material sintético
  • Chlorophylle
    Várias opções sintéticas.
  • Lights of all
    Marca de Montreal, produz roupas veganas.
  • Columbia
    Opções de roupas de fibra sintética.
  • Helly Hansen
    Artigos de fibra sintética
  • Kamik
    Empresa ambientalmente consciente, que aderiu a vários programas para reduzir as emissões de carbono com opções de botas sem couro ou pele real.
  • Matt and Nat
    Sapatos, botas, acessórios e bolsas totalmente veganos.
  • MEC
    Empresa preocupada com o meio ambiente e comércio verde. Várias opções de roupas em fibras sintéticas.
  • NOIZE
    Casacos sem produtos de origem animal, fabricados no Canadá
  • Patagonia
    Coleções ecológicas e feita a partir de algodão orgânico.
  • Save the duck
    Casacos sem produtos de origem animal disponível na Simons.
  • Twik
    Várias roupas sintéticas
  • Wuxly Outerwear
    Casacos totalmente veganos feitos no Canadá

Por que sem pele?

Além de matar milhões de animais a cada ano no Canadá, a indústria de peles não é tão verde quanto sugere. Ela contribui significativamente para a poluição do solo e de água através da utilização de vários produtos químicos para o curtimento, lavagem, tingimento e acabamento das peles.

Por que sem lã?

A indústria de lã está diretamente ligada à da carne; ovelhas e cordeiros são criados para lã são mortos principalmente para consumo humano depois de apenas alguns meses ou anos de vida. A Austrália é um dos maiores produtores de lã. É comumente praticado a técnica mulesing, que envolve o corte da cauda e parte das costas da ovelha com o animal vivo, a fim de minimizar o risco de infecção por miíase (causada por larvas de moscas parasitárias). Assista ao vídeo logo abaixo para entender o que é o mulesing.

Por que sem couro?

O couro é um subproduto da indústria da carne. A maioria do couro no mercado vem da Índia, Bangladesh e China. Como não há regulamentação obrigando os fabricantes para indicar a origem do couro nos rótulos, é impossível rastrear o país de origem ou saber que animal se trata de: gado, cabra, cão, gato ou outro. Além disso, a indústria do couro é muito prejudicial para a saúde dos trabalhadores, que mergulha as mãos diariamente em produtos químicos tóxicos e corantes durante o processamento de couros.

Por que sem penas?

Dois métodos são praticados para arrancar as penas dos gansos e patos: o primeiro, o que é extremamente doloroso, é para puxar as penas do corpo das aves enquanto estão totalmente conscientes. O segundo acontece quando os pássaros estão mortos. O ideal é não comprar produtos com “duvet” ( plumas) seja casacos, travesseiros ou edredom.

Talvez parte do problema é que muitas pessoas simplesmente não vêem a ligação real entre a pele em seus casacos e o animal que sofreu. Sei que a maioria das pessoas não pensam nisso antes de comprar e a Canadá Goose é apenas uma de muitas marcas que utilizam matérias de origem animal. Faz apenas 2 anos que eu acordei para a crueldade animal quando vi como a industria dos cosméticos testavam os produtos, desde então vi uns 20 documentários sobre a crueldade animal em vários setores industriais. Aos poucos fui mudando os velhos hábitos, comprando roupas e cosméticos que não são testados em animais ou usem material animal, cortei a carne vermelha e confesso ainda não ser vegana, mas é uma meta. Infelizmente ainda possuo coisas de couro em casa que comprei antes disso. Mas tenho buscado me informar, ler etiquetas, boicotar produtos e marcas e me tornar uma pessoa melhor. Toda a minha admiração aos veganos da comunidade.

Referências

Vídeos

ATENÇÃO! Os vídeos abaixo contem cenas fortes de maus-tratos contra os animais e não são recomendadas para pessoas que não são capazes de lidar com esses sentimentos.

Alice Bessa Veloso

Written by Alice Bessa Veloso

Gosto de me comunicar de maneira criativa e ajudar imigrantes a melhor se integrarem na sociedade canadense. Conheço os grandes desafios ligados a imigração e estou disposta à compartilhar dicas e meus conhecimentos a fim de facilitar a integração dos recém chegados.

Deixe uma resposta