A neve cai, derrete, as flores vem e vão e tudo recomeça. Quando a gente menos espera a rotina toma conta e parece que a vida sempre foi assim.

Já faz dois anos. Eu em alguma rede social da vida buscando as dúvidas das pessoas sobre o Canadá. Pesquisando, juntado informações, tentando criar uma pauta para um programa do PoDeixar.

Grupos de imigração sempre me pareceram todos iguais, até as pessoas eram as mesmas. Alguém pesquisando sobre imigração aqui, vlogger fazendo propaganda do seu canal ali, um artigo aqui e acolá.

Foi então que eu bati meus olhos naquele vídeo. Uma edição dinâmica, um roteiro bem escrito. Feito sem grandes orçamentos mas de extremo bom gosto e com uma qualidade que eu nunca tinha visto até então.

Minha empolgação me entregou de cara e eu tinha que compartilhar aquilo com o Berg. Falei pra ele: “velho, esses caras são bons, muito bons!” e eu mal podia esperar pra ver o que viria a seguir.

O tempo não me decepcionou. Com os vídeos veio o programa de rádio e o site, tudo com a mesma qualidade daquele primeiro momento.

Não tardou a gente se “encontrar” e gravarmos juntos. O profissionalismo deles só não era maior que a simpatia.

Rogério Tanganelli e Márcio Ribeiro. Dois jornalistas que adotaram Montreal como novo lar e mostraram como se faz conteúdo online. Mesmo que a modéstia deles diga o contrário seus milhares de fãs e seguidores não mentem. Afinal, pra coisa boa não precisa tanta propaganda.

Como tantos outros criadores de conteúdo online, eles também faziam tudo sem ganhar nada e sem pedir nada em troca. Quisera o mundo fosse feito só de pessoas assim e não fôssemos reféns do dinheiro.

Mas claro que nem tudo era simples. A realidade, porém, é outra e com eles não foi diferente. Foi preciso buscar o sustento que infelizmente esse trabalho de tanta qualidade não trazia para eles.

Traçaram um plano e se viraram como puderam. Aprendendo o francês, estudante de madrugada, fazendo trabalhos temporários, mudando de carreira.

Aquela sensação de “o que eu to fazendo aqui?” deve ter passado por eles. A saudade da família, dos amigos, da antiga carreira. Trocar tudo isso por um projeto e um sonho. Será que vale a pena mesmo?

Pois bem.

Lá estava eu, como há dois anos atrás, zapeando nas redes sociais. Eis que leio algo que colocou um sorriso no meu rosto. Rogério havia se tornado conselheiro em admissões internacionais do Collège CDI, uma instituição reconhecida em todo o país. Uma posição que sem dúvida não veio de graça mas foi para a pessoa certa. Foi a notícia que eu esperava ouvir desde que “Marcinho” havia encontrado trabalho na sua nova área.

Pois é, meus queridos. Parabéns a vocês dois! Não apenas pelas suas conquistas mas principalmente pelo seu exemplo como pessoas e profissionais. Que o futuro seja sinônimo de Sucesso na Real.

Um grande abraço e muito sucesso!

Links

Written by japa

japa

Engenheiro de software e co-fundador do PoDeixar. Mora no Canadá desde 2008 e é um apaixonado por viagens. Apesar do apelido, a última coisa que você vai imaginar olhando pra cara dele é que ele é japonês.