Estudando pra cidadania – Parte 1

Quem acaba imigrando pro Canadá, geralmente o faz com o objetivo de, um dia, se tornar um cidadão canadense. Para muitos, a imigração às vezes passa por caminhos bem tortuosos, passando por privações e desafios que chegam ao limite. Você deixa seu país, seus amigos, seu trabalho, sua família. Tudo isso fica pra trás na esperança de uma vida melhor. E ali está. Após anos estudando, trabalhando, dando a cara pra bater, chega o momento que representa tudo aquilo por que você lutou: o pedido da sua cidadania.

Os critérios

O CIC (Citizenship and Immigration Canada), aquele mesmo que concedeu seu visto de residente permanente, é o responsável pela sua cidadania. É lá mesmo que tudo começa.

Antes de mais nada, é preciso saber se você é elegível. Ou seja, se você atende aos critérios do governo:

  • Ser residente permanente;
  • Ter 18 anos ou mais;
  • Ter vivido no Canada por pelo menos 1.095 dias durante um período de 4 anos (o período que você residiu no Canadá antes de ser PR, conta pela metade. Ou seja: 180 dias = 90 dias pra pedido de cidadania).  Utilize a calculadora do CIC pra descobrir se você atende ao tempo mínimo;
  • Ter conhecimento adequado do francês ou do inglês [1];
  • Ter conhecimento adequado do Canadá e das responsabilidades e direitos do cidadão;
  • Não estar sob ordem de remoção do país;
  • Não ser um risco de segurança;
  • Não ser um criminoso e estar quites com a justiça.

[1] O Governo do Canadá reconhece como “conhecimento adequado” como ter o equivalente ao nível 4 para conversação e compreensão no “Canadian Language Benchmarks” (ou Niveaux de compétence linguistique canadien). Como esses critérios variam no decorrer dos anos, para mais informações confira o site do CIC.

Formulários

Se você for alguém elegível, chega então a hora de preencher os formulários e enviar os documentos exigidos. Existem formulários para adultos e para menores, caso você tenha filhos ou outros dependentes menores de idade. Os formulários não têm mistério, mas é longo e chato de preencher. São 10 páginas onde te perguntam de tudo:

  • seu endereço atual;
  • se você é cidadão de outros países;
  • TODAS as datas de entrada e saída do país nos últimos 4 anos;
  • TODOS os seus endereços enquanto residia no Canadá nos últimos 4 anos;
  • TODOS os lugares onde você estudou E trabalhou nos últimos 4 anos;
  • TODAS as escolas onde seu(s)/sua(s) filho(os/as) estudaram nos últimos 4 anos;

Documentos

Isso sem falar nos documentos exigidos:

  • Cópia do formulário IMM 1000, o Record of Landing, aquele papel marrom, carbonado, que você pensou que fosse um recibo qualquer, que você recebeu quando se tornou residente permanente;
  • Cópia frente e verso do seu cartão de residente permanente;
  • Cópias frente e verso, de 2 (dois) documentos de identificação (apenas carteira de motorista, carteira de saúde e passaporte);
  • Cópia de comprovação de proficiência em francês e/ou inglês (consulte a lista atualizada para mais informações sobre os documentos aceitos);
  • Cópias dos registros de estudos (boletins, certificados, diplomas, etc.). Isto é particularmente muito chato porque, se você tiver filhos e eles cursaram os últimos 4 anos na escola, você precisa de TODOS os boletins deles nesses anos. Por isso, GUARDE TUDO!;
  • Tradução de documentos que não estiverem em inglês ou francês (caso solicitado);
  • Documentos que comprovem a sua mudança de nome (caso solicitado);
  • Documentos que comprovem mudança da sua data de nascimento (caso solicitado);
  • 2 (duas) fotografias idênticas de cada aplicante, nos formatos exigidos.

Todos os documentos que não estejam em francês e/ou inglês, é preciso enviar um documento com a tradução desses, feitos por um tradutor juramentado. Vale lembrar que, pra cada membro da família é preciso fazer uma requisição. Existem formulários e documentos diferentes para adultos e crianças. Lembrando também que não é obrigatório pedir a cidadania de todos os membros da família ao mesmo tempo, mas com certeza facilita muito.

Essas informações e várias outras informações adicionais sobre como preencher o formulário podem ser encontradas nesta página.

DICA: Desde já, monte uma pasta com os documentos necessários para a cidadania. Isso inclui os seus comprovantes de pagamento de impostos, os boletins seus e/ou dos seus filhos, o formulário IMM 1000, guardado a sete chaves, numa caixa contra fogo. Perder esse formulário dá mais dor de cabeça do que ressaca de vinho.

O exame de cidadania

Por fima, uma vez que você tenha enviado sua documentação e pagas as taxas necessárias, seu dossiê será aberto e você receberá em casa uma correspondência com seu número de registro e um guia de estudo da cidadania, onde são apresentados diversos aspectos da geografia, história, cultura, política e da sociedade canadense que você deve estudar e saber muito bem.

Caso todos os seus documentos e seu status no país estejam corretos, um dia você receberá uma correspondência ou uma ligação do CIC comunicando-lhe que você deve se apresentar no dia “x” na cidade “y” e trazer junto consigo os originais dos documentos que você enviou no seu pedido de cidadania (incluindo passaportes, documentos e tudo o mais). Neste dia, você será submetido a um exame que vai avaliar o seu conhecimento sobre o Canadá. Basicamente estamos falando do conteúdo do guia enviado quando da abertura do processo.

O exame pode ser feito de forma oral ou escrita, em francês ou inglês. No mesmo dia, você fará uma entrevista com um funcionário do CIC que vai lhe fazer uma série de perguntas, em francês ou inglês, e irá avaliar se seu pedido atende aos requisitos.

Guia da Cidadania do PoDeixar

O que nos traz ao tema deste programa. Pra você que tem dificuldades em ficar lendo sozinho ou ouvindo uma pessoa ficar falando em inglês ou francês, o PoDeixar sempre inovando e ocupando sua cabeça traz a oportunidade de acompanhar, interpretado e discutido em português, todo o conteúdo do Guia da Cidadania. A partir desta semana e nos próximos 3 programas, o Japa e a Márcia vão estudar junto com você todo o conteúdo e vão te fazer entender este país como ninguém!

No programa desta semana, a gente fala sobre:

  • os Direitos e as Responsabilidades do cidadão;
  • quem é o Povo canadense;
  • as Regiões do país.

Fête de Saint-Jean Baptiste

Você não pode deixar de participar da Festa de São João organizada pelo grupo RIRE de Québec. Neste dia, você vai poder se sentir em uma verdadeira festa de São João com:

  • 8 horas de festa;
  • espaço dedicado ao ar livre para realização do evento;
  • forró ao vivo;
  • atividades para as crianças;
  • espetáculo de dança.
  • e muito mais!

O ingresso dá direito à participação do evento além de poder apreciar stands e barracas com comidas e bebidas (alcoólicas e não alcoólicas) típicas da época de São João.

Data: 15 Junho 2014 – 11h
Valor: 20$/pessoa

Crianças até 12 anos: GRATUITO

Clique aqui para se inscrever e adquirir seu ingresso!

Links

  • Québec International: Acompanhe o blog de vários expatriados contando sua vida no Québec (participação do Japa)
  • Navut: Escolha um lugar para morar do jeito que você quer, do jeito que você espera!
  • GuiaBrasil Canada: Anuncie seu serviço e evento no site do Guia Brasil, o maior diretório de serviços de brasileiros no Québec;
  • Discover Canada / Découvrir le Canada: Guias de estudos oficiais para o exame de cidadania do Governo do Canadá

Ouça o programa

[0h00m37] Abertura
[0h02m48] Momento Imobiliário: “O passo-a-passo da compra de um imóvel no Canadá
[0h09m32] E-mails e comentários
[0h21m53] Finanças e Investimentos: “A importância de ter um consultor financeiro”
[0h25m42] Assunto da semana

Written by Podeixar

Podeixar

O PoDeixar é o melhor programa sobre o dia-a-dia e a vida no Canadá em português. Criado por Masaru Hoshi e Lindoberg Gonçalves, dois brasileiros que vivem no Canadá e que adoram papo furado, o PoDeixar traz todas as semanas cultura, entretenimento, informação de maneira descontraída, agradável e irreverente, falando sobre assuntos variados sobre o dia-a-dia e a curiosidades da vida no Canadá.