Muita gente cria grandes expectativas sobre a vida em outro país. Uma boa casa, linda e grande como nos seriados americanos, um carro muito melhor do que o que tinha no Brasil, um emprego com um salário mais do que suficiente pra pagar as contas, gadgets e celulares de última geração (afinal, é tudo tão barato, né?). Enfim, uma vida muuuuuuito confortável.

No entanto, ao imigrar e passar a viver o cotidiano em terras estrangeiras, algumas dificuldades não previstas começam a aparecer – e, com elas, brotam algumas frustrações. E aí a pessoa se dá conta de que, se a expectativa era linda, maravilhosa e confortante, a realidade, por seu lado, pode apresentar vários espinhos.

Morar no exterior: Expectativa vs Realidade

Neste programa, Masaru Hoshi e Andrea Zotelli recebem Hellen Weinschutz Mendes e Diego Mendes do Brotherscast para falar sobre morar no exterior: Expectativa vs Realidade. O que foi legal, as grandes decepções, o choque de realidade.

Entre em contato conosco!

Você se identificou com esta história? Teve uma experiência parecida ou muito diferente? Tem uma percepção diferente da nossa? Então mande sua história, críticas, elogios, sugestões e caneladas para [email protected].

Serviços Recomendados

Podeixar

Written by Podeixar

O PoDeixar é o melhor programa sobre o dia-a-dia e a vida no Canadá em português. Criado por Masaru Hoshi e Lindoberg Gonçalves, dois brasileiros que vivem no Canadá e que adoram papo furado, o PoDeixar traz todas as semanas cultura, entretenimento, informação de maneira descontraída, agradável e irreverente, falando sobre assuntos variados sobre o dia-a-dia e a curiosidades da vida no Canadá.

9 Comentários

Deixe um Comentário
  1. Adorei o papo! Mas queria dizer q não concordo muito sobre o q falaram sobre o inverno em Ottawa. Na verdade fiquei pensando: será que os convidados estão falando da mesma cidade q eu moro? hehehe No meu ponto de vista, aqui não tem nada de 7 meses de tudo branco e cinza, muito frio e sem árvore. Frio intenso é aproximadamente Janeiro e Fevereiro. Tem muitos dias de sol e o céu fica um azul maravilhoso! Claro q tem muita neve na paisagem, mas tb tem muita árvore e arbusto daqueles q não secam (exceto em downtown). Só me incomoda mesmo o dia muito curto, como citaram 🙁

    Enfim, só queria dar minha opinião sobre essa cidade q eu amo 🙂

  2. Adoro polêmicas 😀

    Eu acho que, no geral, as pessoas em Ottawa são mais educadas que em Québec. Por outro lado, eu acho que o trânsito em Ottawa tem espécimens mais insanos que em Québec. Criaturas dirigindo a 80km/h numa área que é de 30km/h e coisas do gênero.

    Sobre a maconha, eu juro que não sei o que esperar. Tirando do que a Andrea fala sobre Vancouver, o consumo de drogas por lá, que é “meio” legalizado”, não deixa a cidade muito em bons lençóis. Ela disse que tem regiões onde os comércios tem que ter grades nas janelas, algo que eu nunca vi em canto algum por estes lados. Isso sem falar na multidão de mendigos acampados nas calçadas, a grande maioria usuários de drogas.

    Legalizar talvez ajude o Governo a ter mais números sobre a questão e, claro, ter mais dinheiro. Mas não sei se vai ser suficiente pra evitar que isso se torne um problema maior. Como a maconha logo será, o álcool também é uma droga legalizada. A gente tá bem ciente dos problemas que ele causa para a própria saúde e os problemas de violência motivados pelo consumo também. Eu espero que a gente não esteja só aumentando a classe dos problemas com isso…

    • Masa, preciso fazer um video/texto/fotos pra mostrar isso. Ontem estavamos na rua, uns doidos passando pela gente.

      Nunca me incomodei com os “doidos” de Toronto. Aqui me incomodo, pq é demais.

      Outra coisa são os avisos nas garagens dos prédios “wait for the gate to fully close behind you before proceeding”. Nunca vi isso em Toronto – e eu morava em Scarborough…

  3. A questão da Maconha é complicado mesmo,mas acho que em algumas anos vão inventar a maconha sem cheiro… ai partes do problema irão diminuir…
    Eu vivo a tragedia que o consumo de drogas criou no RJ, e acho que essa liberação tira dinheiro do crime organizado, mas sei que toda solução gerar novos problemas, vamos assistir o que a liberação gera de problemas para a sociedade Canadense e Uruguaia…

Deixe uma resposta