Umas das maiores reclamações de alunos adultos é a dificuldade que possuem em memorizar vocabulário. A verdade é que a aprendizagem de novas palavras pode se transformar em um processo estressante e desmotivante, pois a maioria dos aprendizes não sabe o que fazer para ampliar seus conhecimentos nessa área.

Em exames como IELTS, TOEFL e CELPIP, o domínio de palavras menos óbvias e mais complexas são cruciais para a obtenção de um bom resultado, especialmente nos testes de speaking e writing. Nesses exames, o candidato precisa chamar a atenção do examinador para o seu nível de inglês, e uma das formas de fazê-lo é exatamente demonstrar um vasto domínio lexical.

Nas minhas aulas preparatórias, eu sempre aviso a meus alunos que adjetivos como good, nice, important e beautiful são palavras que devem ser evitadas ao máximo e que iremos sempre tentar buscar sinônimos para substitui-las.

Contudo, não há uma fórmula mágica para melhorar vocabulário, mas há diferentes estratégias que podem ser empregadas para ajudar nessa tarefa. O mais importante é que o aprendiz descubra quais delas funcionam melhor para si, e tenha um pouco de disciplina e organização para registrar novas palavras.

Conheça algumas dessas estratégias a seguir:

1- Coloque o vocabulário em um contexto

Esse é meu modo preferido para reter vocabulário! Ao invés de apenas anotar a palavra solta em seu caderno, crie uma frase com ela. De preferência, pense em uma frase que tenha a ver com a sua realidade. Por exemplo, ao invés de escrever o verbo to ride, você pode escrever I enjoy riding my bike on the weekends, e destacar a palavra riding.  

Algumas pessoas também gostam de associar palavras a letras de música e anotam o trecho onde a palavra aparece. É uma estratégia muito simples e que funciona para a maioria. A palavra breath é uma que sempre fazem os alunos lembrar de Every breath you take da banda The Police. Lembre-se: quanto melhor for o contexto ao qual você associar a palavra, maior será a facilidade com a qual ela será memorizada.

2- Use e abuse dos aplicativos de flashcards

Os bons e velhos flashcards sempre foram e sempre serão uma maneira muito eficiente de reter informação. Um flashcard nada mais é que um cartão/pedaço de papel no qual há a definição de uma palavra, uma figura, ou até uma frase com a palavra faltando de um lado e a resposta, ou seja, a palavra que você quer memorizar, do outro.

A novidade é que com a ajuda do seu smartphone você pode criar os seus próprios flashcards e atualizá-los conforme o conteúdo for sendo aprendido. Assim, você pode praticar onde e quando quiser sem ter que carregar cadernos ou livros consigo.

Há diversos apps de flashcards disponíveis no mercado, mas os meus favoritos são Flashcards + by Chegg, Quizlet, Cram e Studyblue. 

3-  Priorize palavras que sejam úteis para você

Ter um foco é essential para alcançar qualquer objetivo e com a aprendizagem de vocabulário não é diferente. Se você está estudando inglês para viagem, não faz o menor sentido anotar palavras relacionadas à física quântica! Priorize informações essenciais para o seu dia a dia ou uso que fará da língua, e deixe outros assuntos para quando você já estiver em um nível mais avançado do idioma.

Se você está estudando para exames como IELTS e TOEFL, pesquise quais são os tópicos mais cobrados nos exames de writing e speaking, e crie listas relacionadas a esses assuntos. Temas como meio ambiente, estudos, família, viagem e transporte público, por exemplo, são sempre pertinentes.

4- Use as palavras que você aprendeu sempre que tiver oportunidade

A aprendizagem de um idioma requer prática. Então, tente empregar as palavras que você selecionou em situações do dia a dia. Tente utilizá-las para escrever emails profissionais, em viagens de lazer, para falar com amigos, em suas aulas de inglês ou em qualquer oportunidade que aparecer.

A prática vai ajudá-lo a ter cada vez mais segurança para utilizar uma determinada palavra. Quando você menos esperar, aquele termo que antes parecia ser impossível de aprender passou a fazer parte do seu vocabulário.

Não tenha medo de errar! O medo e a vergonha são os maiores inimigos que qualquer aluno pode ter. Arrisque-se!

5- Conheça todos os “integrantes” das  famílias de palavras

Tente aprender todas as palavras de uma mesma família, isto é, palavras que tem uma mesma origem. Essa é uma técnica muito eficiente porque te ajudará a aprender diversas palavras ao mesmo tempo. Pense na palavra happy, por exemplo. Uma lista com palavras da mesma família incluiria as palavras unhappy (adjetivo oposto de happy), happiness (substantivo abstrato), happily e unhappily (advérbios). Para maximizar o seu aprendizado você pode associar esta técnica à primeira estratégia que eu mencionei e escrever uma frase para cada palavra.

6- Divirta-se um pouquinho, por que não?

Há dezenas de formas divertidas de aprender vocabulário. Se você for mais tradicional, pode comprar cruzadinhas e caças-palavras nas bancas de jornais ou em livrarias especializadas como a SBS. Se você gosta de games  pode investir em aplicativos como Scrabble (mais recomendado para alunos de nível intermediário ou avançado), Words with friends , Wordscapes, What’s the word ou o meu favorito  chamado Stop – Fun categories word game, também conhecido como ‘adedanha’.  

Written by Soraya Quirino

Soraya Quirino

Professora de inglês especialista em exames internacionais, atua na área de educação há 14 anos e não consegue se imaginar fazendo outra coisa. É proprietária e professora da Achieve Exams, curso preparatório para IELTS e TOEFL. Apaixonada por idiomas, vinho e gastronomia, curte viajar para fazer novas descobertas nestas áreas. Sobreviveu ao Rio de Janeiro e agora mora em Montreal, com seu marido e linda cadelinha, desde setembro de 2016.